Arquivo da tag: Markus Zusak

Livro 43 – Bom de Briga

Gente, que confusão que eu fiz na hora de ler os livros dos irmãos Wolfe. O primeiro é ‘O azarão’, depois vem ‘Bom de briga’ e só então ‘A garota que eu quero’, mas a anta aqui conseguiu inverter a sequência e o primeiro virou último. ¬¬’

 

A capa tem textura aveludada. (amo!)

Para quem nunca leu nada do autor, recomendo começar por estes antes de passar para ‘A menina que roubava livros’ e ‘Eu sou o mensageiro’. Esses livros dos irmãos Wolfe são mais fracos, tem um estilo de escrita diferente e pode desagradar algumas pessoas (eu, particularmente, não goste muito). Quem conhece o blog sabe deve ter notado que eu sou apaixonada por ‘A menina que roubava livros’ e por ‘Eu sou o mensageiro’, recomendo demais!!!!

 

Em ‘Bom de briga’, Cameron Wolfe e Rube Wolfe sentem o peso de viver em uma família com poucos recursos. O único que se destaca por ter um bom desempenho no que faz é o irmão mais velho, Steve, mas o Sr. Wolfe é orgulhoso demais para aceitar ajuda do filho quando a situação aperta mesmo. Fiquei aflita vendo o desespero dos pais do Cam e Rube depois que o Sr. Wolfe foi demitido, não sei se é algo cultural, mas ele demonstra uma repulsa enorme em aceitar o ‘seguro desemprego’ e prefere se humilhar batendo de porta em porta na casa dos vizinhos oferecendo serviço em troca de algum dinheiro. A Sra. Wolfe é uma guerreira que trabalha sem parar e segura a família, e mesmo cansada, não vi os meninos reclamando dela em momento nenhum, ao contrário, demonstram ter muito orgulho dela e esse amor e admiração pelos pais é que move os dois (Cam e Rube) a entrar para o mundo das lutas por um tempo.

Tem uma frase no livro que transmite bem do que ele fala: ‘Continuamos levantando porque é isso o que fazemos’. A família Wolfe sempre cai, e sempre levanta. Eles são fortes e, mesmo com tudo dando errado, unidos. Todos são guerreiros e humildes, tem seu orgulho e dignidade e não pisam nas outras pessoas.

Claro que não gostei do autor ficar usando pedaços cortados (odeio isso):

“Suco.

Fumaça.

Ressaca.

Os capítulos tem a numeração assim. ^^

E Sarah está deitada lá, encharcada disso.

A luz do dia entra pela janela.

Saio.

Dali.

Domingo.”

Não é um livro com frases bonitinhas para colocar nas redes sociais, mas a história é boa e nos ensina a valorizar nossa família e o esforço deles. Meus pais me ensinaram isso desde pequena e sinto falta disso nas outras pessoas. =/
Sinopse:

Na continuação do sucesso O azarão, Markus Zusak apresenta o emocionante Bom de briga. Se no primeiro título o autor traz um romance de formação de um jovem incorrigível, infeliz consigo mesmo e com sua vida, agora ele exibe dois irmãos em busca de um propósito na vida. Bom de briga retrata a evolução dos irmãos Cameron e Ruben Wolfe como seres humanos. No primeiro livro, a dupla estava sempre atrás de algo errado para fazer. Dessa vez eles entram no mundo das lutas amadoras de boxe, buscando independência para suas vidas. Enquanto Ruben mostra um talento nato para a coisa, o outro tenta apenas sobreviver. Tudo que é ruim é normal no dia a dia da família Wolfe – como os silêncios, as brigas, a pobreza, a mediocridade. Eles já se acostumaram com isso e sempre têm uma justificativa para tanto. Cameron, o mais novo, é o exemplo do jovem batalhador. Desde cedo apanha e se levanta, mostrando que o que importa não é a força da pancada, mas se você tem a força necessária para se reerguer.

ISBN: 8528616533
ISBN-13: 9788528616538
Autor: Markus Zusak
Editora: Bertrand Brasil
Idioma: português
Encadernação: Brochura
Altura: 21 cm
Largura: 14 cm
Peso: 0,250 kg
Edição: 1ª
Ano de Lançamento: 2013
Número de páginas: 208
Biblioconto

Um canto para contar sobre leituras

Da Literatura

Um blog sobre livros e amor pela leitura

Mais um Leitor

Para quem ama boas histórias

Sweet Little Books

por Anna Carolina Costa

Livros na Mochila

Tudo sobre livros da atualidade,resenhas,sorteios e muito mais.

Razão Inadequada

Uma postura inadequada é a nossa maneira de viver em uma cultura da adequação...

Textos & Trechos

Aqui, palavras valem mais que mil imagens.

gavetas de pensamentos

um lugar para trocar idéias

Sonhos de jabuticaba

Diário de uma preguiçosa, ansiosa, sonhadora e com olhos de jabuticaba.

conversademeiofio

por Lenivaldo Leni

Falando em Literatura...

só boa literatura desde 2008

Olhando por aí

livros, estudos, letras, bullet journal, EAD e mais

Funcionária do Mês

Beleza, comportamento e atualidades sob o ponto de vista de uma workaholic.